segunda-feira, 21 de maio de 2012

Escolhida a representante jovem do COMVERS para o meeting de Treviso


Comunicado da diretoria DO COMVERS


Aos dezenove dias de maio de 2012, em Bento Gonçalves, Rio Grande do Sul, em reunião convocada pelo presidente do COMVERS, os representantes dos departamentos jovens das associações filiadas representativas dos vários municípios do Estado do Rio Grande do Sul, indicaram três nomes de jovens de importantes regiões do Rio Grande do Sul, para aprovação da Diretoria para participar do “VII Meeting del Coordinamento Giovane Veneti e Giovani Oriundi Veneti”, sendo eles: Diogo Scopel representando a Região da Serra; Ismael Rosset, representando o Alto do Vale do Taquari, e Madalena Russi representando a região da Quarta Colônia. Após a analise dos documentos a Diretoria do COMVERS acatou o nome da jovem Madalena Russi di Circulo Vicentini de Santa Maria, prestigiando toda a Região da Quarta Colonia Italiana e Região de Santa Maria, uma das mais antigas colônias italianas do Rio Grande do Sul, com dezenas de associações e municípios de colonização vêneta / italiana. Com a escolha o objetivo do Comitato é prestigiar o associacionismo e os jovens de todas as regiões do Rio Grande do Sul. Madalena é professora universitária de arquitetura, com descendência familiar oriunda do município de Enego, província de Vicenza e representará o Comitato no próximo Meeting em Treviso, no próximo dia 29 de junho a 1º de julho, junto com os doze outros Comitatos Vênetos do mundo, dentre eles australianos, sul-africanos, suecos, canadenses e outros, para discutirem e apresentarem propostas para serem desenvolvidas em prol dos jovens de descendência italiana no mundo. Foi redigida a Carta dOS JOVENS DO COMVERS AOS VÊNETOS DO MUNDO que representa a intenção dos jovens vênetos do Rio grande do Sul e expressará aos demais vênetos no mundo o objetivo de estreitar os laços de amizade e cooperação. Apesar do momento de crise acreditamos que esses laços culturais possam ser mantidos abertos com a troca de experiências sócio econômicas visando também manter a cultura veneta viva dentre a comunidade internacional.

Fonte e fotos: COMVERS

segunda-feira, 23 de abril de 2012

Círculo participa de assembleia do COMVERS

No último sábado, dia 21, o Círculo Cultural Ítalo Brasileiro de Farroupilha esteve representado na cidade de Doutor Ricardo, onde ocorreu a primeira assembleia do Comitato Veneto do Rio Grande do Sul do ano de 2012.
Na oportunidade, a diretoria do Comitato repassou aos presentes algumas informações importantes acerca do trabalho da entidade junto à comunidade vêneta gaúcha. Além disso, a assembleia contou com a presença dos treze jovens vênetos que estão realizando uma viagem pelo estado do RS.

Confira as fotos:




Fonte e fotos: COMVERS

quinta-feira, 19 de abril de 2012

Jovens vênetos visitam Farroupilha


Na última quarta-feira, 18 de abril, 13 jovens vênetos, que estão realizando uma imersão cultural pelo Rio Grande do Sul, estiveram em Farroupilha. Eles foram recebidos no Círculo, às 8h30min, depois seguiram em passeio pelos Caminhos de Pedra, almoçaram na comunidade de São Marcos, visitaram Caravaggio, foram recebidos no gabinete do prefeito Ademir Baretta e terminaram o dia na Cascata do Salto Ventoso.
Os vênetos foram acompanhados pelo presidente do Comitato Vêneto do Rio Grande do Sul, Alvirio Tonet, e por representantes do Círculo Cultural Ítalo-brasileiro de Farroupilha.



Fonte e fotos: Elisa Rossi Kemmer


segunda-feira, 16 de abril de 2012

Jovens vênetos em Farroupilha

Na próxima quarta-feira, dia 18, a diretoria do Círculo Cultural Ítalo-Brasileiro de Farroupilha irá recepcionar um grupo de jovens italianos provenientes da região do Vêneto, que estão fazendo um giro turístico pelo Rio Grande do Sul. O grupo é composto por 13 jovens, cada um de uma província vêneta.
O grupo foi selecionado para fazer parte de um projeto, organizado pelo Comitato Giovani Veneti all'Estero, que prevê a viagem dos jovens para conhecer a realidade da população ítalo-gaúcha. Estão agendadas visitas às principais empresas da serra e, também, a diversas cidades do estado.
Em Farroupilha, o grupo será recepcionado na sede do Círculo, na parte da manhã, e almoçará na comunidade de São Marcos. Após o almoço, está previsto um passeio turístico pelos principais pontos do município. Certamente será uma excelente oportunidade para o intercâmbio cultural entre os jovens italianos e farroupilhenses.

Mais informações pelo telefone (54) 3261-2056.


Fonte: Gifa

terça-feira, 27 de dezembro de 2011

Seminário sobre Arte Italiana

Está em férias e não sabe o que fazer? A Associação Beneficente e de Assistência Educacional do Rio Grande do Sul (ACIRS), promove, durante o mês de janeiro, um curso que irá retratar 700 anos de pintura italiana. Corre e te inscreve!

A ACIRS promove, no mês de janeiro, Seminário sobre Arte Italiana: do Renascimento a Transvanguarda: 700 anos de pintura, ministrado pelos artistas plásticos, o gaúcho Hô Monteiro e o italiano Daniele Bergamaschi. Os encontros acontecem no auditório da ACIRS Unidade Bom Fim com duas opções de horários: das 14h às 17h e das 19h às 22h. O curso é teórico, com ênfase na pintura, e o investimento é de R$250. Não é necessário nenhum pré-requisito para participar. Este curso tem o apoio da Câmara de Comércio Italiana do RS (CCIRS). Programa completo e Informações: www.acirs.org.br, ou (51) 3212. 5535.

Serviço:

O que: Seminário sobre Arte Italiana: do Renascimento a Transvanguarda: 700 anos de pintura
Quando: 10, 11, 17, 18, 24, 25 e 31 de janeiro e 01 de fevereiro de 2012
Hora: 14h às 17h ou das 19h às 22h
Local: ACIRS Unidade Bom Fim (Av. Osvaldo Aranha, 744, POA/RS)
Investimento: R$250
Convênio com estacionamentos (ver site ACIRS)

Fonte: ACIRS

Vorrei avere il becco

Letra da música, do cantautore, Povia, prometida no informativo

Vorrei avere il becco
Povia

Vorrei avere il becco
per accontentarmi delle briciole
concentrato e molto attento
si, ma con la testa fra le nuvole
capire i sentimenti quando nascono e quando muoiono
perciò vorrei avere i sensi per sentire il pericolo
se tutti quanti lo sanno ma hanno paura che l'amore è un inganno
oh, ce l'ha fatta mia nonna per 50 anni con mio nonno in campagna
Più o meno come fa un piccione
lo so che e' brutto il paragone
pero' vivrei con l'emozione
di dare fiducia a chi mi tira il pane
piu' o meno come fa un piccione l'amore sopra il cornicione
ti starei vicino nei momenti di crisi
e lontano quando me lo chiedi, dimmi che ci credi e che ti fidi..
Un giorno avevo il vento che mi accompagnava su una tegola
a volte sono solo e mi spavento, cosa ci fanno due piccioni in una favola?
se tutti quanti lo sanno ma hanno paura che l'amore è un inganno
oh, me l'ha detto mia nonna
"Lo sai quante volte non pensavo a tuo nonno?"
Più o meno come fa un piccione
e mica come le persone che a causa dei particolari
mandano per aria sogni e grandi amori
camminerò come un piccione a piedi nudi sull'asfalto
chi guida crede che mi mette sotto
ma io con un salto all'ultimo momento
volerò ma non troppo in alto
perche' il segreto è volare basso
e un piccione vola basso
ma è per questo che ti fa un dispetto
ma è per questo che anche io non lo sopporto
Noi però alla fine resteremo insieme
più o meno come fa un piccione
l'amore sopra il cornicione
ti starò vicino nei momenti di crisi
e lontano quando me lo chiedi
dimmi che ci credi
ci sveglieremo la mattina, due cuori sotto una campana.